Combinações veganas na cozinha

Na cozinha, a soma de um mais um nem sempre é dois. Pode ser três, quatro… Os nutrientes dos alimentos interagem entre si, melhorando ou dificultando a absorção pelo organismo. Para fazer o corpo extrair tudo o que é bom da comida, aprenda a fazer combinações.

Por exemplo: as vitaminas A, D, E e K precisam de gordura para ser absorvidas – a função do azeite de oliva não é só deixar a salada mais saborosa. Lembre-se disso quando estiver diante de um prato de agrião (A), brócolis (E) e alface (K).Não que as nossas avós já não soubessem disso instintivamente. Arroz e feijão, por exemplo, é prato padrão do Brasil há gerações. E não é que, cientificamente, a coisa faz todo o sentido? Um aminoácido presente no arroz e o outro no feijão dão à luz uma proteína específica. Separados, eles não formam a tal proteína. Um mais um igual a três. Outra combinação tradicional com o carimbo da ciência é a de tomate com azeite: nosso extravirgem amigo ativa um antioxidante presente no vegetal.
Mas nem tudo são couve-flores no mundo das combinações. Matar a refeição com café, por exemplo, pode não ser a melhor opção se você for vegano. É que a cafeína dificulta a absorção do ferro presente em vegetais de folhas escuras – um nutriente que vale ouro para quem não come carne vermelha. Mas não precisa passar a tarde com sono: depois de meia horinha já dá pra tomar seu expresso de consciência limpa.

Arroz + feijão

Arroz e feijão

A mais clássica combinação da cozinha brasileira é sábia. O arroz fornece um aminoácido (a metionina) e o feijão, outro (a lisina). Juntos, eles formam uma proteína – as cadeias de aminoácidos que compõem os nossos tecidos.

 Cenoura + laranja
Cenouras

A vitamina C combinada com o ácido fenólico da cenoura baixa os níveis de colesterol ruim. Fora que as fibras da cenoura retardam a absorção de açúcares tanto dela quanto da laranja. Resultado: não disparam a produção de insulina e ajudam a controlar o apetite e prolongar a saciedade.

Feijão + rúcula

salada com feijão

A vitamina C aumenta em até 30% a absorção do ferro em vegetais. É que não é fácil assimilar ferro dos vegetais. Da próxima vez que comer feijão (ferro), coma com a rúcula (vitamina C).

Tomate + azeite

TomatesAs células queimam oxigênio para funcionar e liberam radicais livres que, quando em excesso, deixam o ambiente do organismo tóxico e podem danificar o DNA, prejudicar a imunidade e acelerar o envelhecimento. O tomate (cru ou cozido) é rico em um antioxidante chamado licopeno, que se liga aos radicais na área e os neutraliza. Mas o licopeno precisa de uma ajuda da gordura para entrar em ação. Um fio de azeite resolve. Seus lipídios ajudam o organismo a reter esse nutriente.

Chá verde + limão + castanha-do-pará

Castanha do Pará

O ácido ascórbico do limão estabiliza a catequina, um antioxidante presente no chá verde. Ou seja: também atrasa o envelhecimento celular. Para petiscar: castanha-do-pará, rica em vitamina E, que também atua contra os radicais livres e é mais bem assimilada na presença da catequina do chá verde.

A vida é um acontecimento extraordinário para ser passado sem um propósito, aqui queremos inspirar a mudança, a conexão com os ciclos da natureza, o resgate dos saberes ancestrais e manuais. Vamos juntos por esse caminho descobrindo que tudo que precisamos já está em nós mesmos.

www.jardimdomundo.com

5 opiniões sobre “Combinações veganas na cozinha

  • Reply Lindalva Aragao 13 abril, 2016 at 20:51

    Parabéns pelo conteúdo das postagens. É muito gratificante ter pessoas como vocês que se dedicam a melhorar a vida da gente.

    • Reply Jardim do Mundo 14 abril, 2016 at 19:18

      Agradecemos pelo carinho e incentivo. Com amor, Lara e Emi.

  • Reply maria jose da silva e sousa 14 abril, 2016 at 17:17

    muito obrigada por tudo o que aprendo com voces.tenho pena de ter sessenta anos e ser muito doente, gostava de ser nova outra vez, para poder ter uma vida mais de acordo com a minha natureza. Muita gratidao de coraçao, pela ajuda que dao a este planeta tao maltratado pelo ser humano. bem hajam, que o Universo os abençoe. Maria José

    • Reply Jardim do Mundo 14 abril, 2016 at 19:17

      Dona Maria Jose, Obrigada por todo o seu carinho, saiba que não é tarde para recomeçar e talvez seja isso que esteja faltando para sua saúde melhor. Com todo carinho do mundo. Lara e Emi

  • Reply Wilma Maria Rabello da Silva 20 outubro, 2016 at 15:53

    Amo muito todas as informações passada por vcs.
    Tem sido uma grande ajuda,já que a quatro anos deixei de usar meus irmãos animais,na minha alimentação.
    Com certeza me fez um bem enorme,física e espiritual.
    Também demorei a tomar consciência,tenho 68 anos,mas acredito que nunca seja tarde para nos melhorarmos.Obrigada
    Muita luz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *