Aprenda a fazer 3 extratos naturais para bolos

estrato naturais para bolos

Quem gosta de culinária sabe que, em muitas receitas, precisamos utilizar extratos para incrementar o sabor em bebidas, bolos, pães, dentre várias outros pratos. Os extratos que encontramos em supermercados possuem tudo, mas poucos ingredientes naturais, por isso, preferimos fazer nossos próprios extratos.

Basta olhar na embalagem dos extratos de supermercado, o de baunilha, por exemplo. Existe uma infinidade de ingredientes sintéticos que tentam simular o verdadeiro e delicioso sabor da baunilha, porém, quem conhece sabe que essas extrações passam longe do real sabor, além de pode estragar nosso bolo caseiro.

A boa notícia é que fazer extratos naturais é extremamente simples, requerendo só dois ingredientes, no geral, e um recipiente de vidro que possa ser hermeticamente fechado.

A parte mais difícil é ter paciência, pois alguns extratos naturais demoram de semanas até meses para ficarem prontos.

Até porque olhar o seu potinho com seu extrato natural mudando de cor e resistir a tentação de abri-lo para cheirar e provar é um verdadeiro desafio, porém, devemos ter autocontrole nessas ocasiões. É como fazer um licor, ele vai estar ali curtindo e mal podemos esperar para saboreá-lo.

|Siga o Jardim do Mundo no Instagram para acompanhar nossas aventuras|

Como fazer extratos naturais

Bem, tudo se resume em curtir ervas, cascas de frutas ou outros ingredientes no álcool. A maioria das pessoas usa vodka, por possuir um sabor mais neutro, porém, é possível fazer extratos com álcool de cereais, rum e até cachaça, a qual iremos utilizar para as receitas que vamos aprender aqui.

Inclusive, recomendamos sempre procurar um alambique local, para valorizar o produtor e fortalecer o comércio artesanal. Se formos usar cachaça, devemos procurar uma cachaça mais pura, sem ser adoçada, assim o sabor do extrato natural vai ficar mais acentuado, porém, isso não é uma restrição.

Extrato de baunilha

Esse deve ser o extrato mais utilizado para fins culinários, estando sempre presente em bolos, tortas e bebidas variadas. O sabor difere muito do extrato industrializado, além de termos o imenso prazer de estar consumindo o extrato feito por nós mesmos. Para fazer o extrato de baunilha vamos precisar de:

  • 3 ou 4 favas de baunilha;
  • 200 ml de cachaça;
  • Um vidrinho com tampa.

Essa receita não tem segredo nenhum, só devemos seguir alguns passos e guardar as proporções de maneira que você adapte a receita a quantidade que você costuma utilizar:

  • Primeiro, devemos partir a fava de baunilha ao meio, para que possamos aproveitar todo o sabor, tanto da parte de fora da fava quanto de suas sementes;
  • Agora, devemos adicionar as favas e os 200 ml de cachaça no pote e fechá-lo bem;
  • Por fim, agora é paciência, deixemos o pote em um lugar escuro para que as propriedades da baunilha passem para a cachaça.

Algumas pessoas gostam de deixar os extratos naturais de baunilha curtindo por um mês, outras pessoas preferem deixá-los lá por pelo menos 6 meses para que todo o sabor seja aproveitado. Isso vai da experiência de cada um, podemos fazer mais de um potinho para fazer esses testes.

Extrato cítrico

Essa é uma ótima receita, feita com as cascas das frutas cítricas, aproveitando as frutas ao máximo. Até porque muitos dos óleos essenciais, cheiro e sabor dessas frutas estão presentes na casca, então, nada mais justo que utilizar as cascas para fazer extratos naturais.

Para fazer essa receita, vamos precisar de:

  • Cascas de 1 limão, de 1 bergamota e de 1 laranja(procure evitar as partes brancas da casca)
  • 200 ml de cachaça;
  • Vidro com tampa.

O modo de preparo é bem similar ao da receita anterior:

  • Devemos colocar as cascas em um pote, podemos dar uma amassada nelas para que os óleos já comecem a sair;
  • Depois, vamos adicionar a cachaça e esperar.

O tempo de curtição é mais ou menos o mesmo do extrato natural de baunilha, não é nenhuma regra fixa, só a experiência vai nos dizer. Podemos usar esse extrato para bolos, recheios e para condimentar uma receita, seja ela doce ou salgada.

|Leia mais: Como fazer vinagre de casca de frutas|

Extrato de menta

Esse extrato tem aquele sabor mais picante da menta, claro que podemos incrementá-lo com outras ervas aromáticas que possuem um sabor que nos agrada, porém, para essa receita iremos utilizar só a menta mesmo, para fins didáticos. Para fazer essa receita vamos precisar de:

  • 1 xícara (chá) de folhas de menta, sem os galhos;
  • 200 ml de cachaça;
  • Vidro com tampa.

O preparo dessa receita, como as dos extratos naturais anteriores, não esconde nenhum mistério:

  • Primeiro, devemos amassar as folhas para que os óleos dela saiam para a superfície;
  • Feito isso, devemos adicionar a cachaça e tampar o pote;
  • Assim como as receitas anteriores, devemos guardar o pote em um lugar escuro, para que o processo ocorra mais rapidamente

Considerações finais

  • A validade desses extratos naturais varia, a depender do ambiente em que é depositado, iluminação, temperatura, dentre outros fatores, mas a regra geral é que os extratos naturais não duram mais de um ano com o sabor intacto. Não quer dizer que não preste mais, porém, o sabor vai ficando bem mais fraco.
  • Dá pra fazer extratos naturais de tudo quanto é tipo, de anis, hortelã, todo tipo de erva, casca de frutas (pois as frutas inteiras acabam virando licores), então, o céu é o limite, devemos desfrutar da nossa criatividade e intuição para fazer todo tipo de receita;
  • Devemos experimentar, também, essa receita utilizando o álcool de cereais e a vodka, o resultado, querendo ou não, vai ser diferente, vale a pena tentar;
  • Vale ressaltar que é recomendado tirar a matéria vegetal da garrafinha depois que o extrato estiver pronto, assim, a vida útil dos extratos naturais aumentará.

A vida é um acontecimento extraordinário para ser passado sem um propósito, aqui queremos inspirar a mudança, a conexão com os ciclos da natureza, o resgate dos saberes ancestrais e manuais. Vamos juntos por esse caminho descobrindo que tudo que precisamos já está em nós mesmos.

jardimdomundo.com