• Práticas e pensamentos que levam à transformação do ser

    Terminou um ano e outro começou. Com a ideia de fechamento vem a possibilidade do rever, do refazer melhor, do renovar cenas e renovar-se como protagonista. É tempo de mudar a forma de pensar, de ser, sentir e agir. O convite “nada sutil”da época traz a energia do engajamento rumo a tempos melhores.
    No entanto, ao criar esse olhar para a necessidade da transformação, ao criar a pausa para aprofundar e direcionar o foco para uma mudança e para a experiência do novo ou do mesmo melhorado, surgem os diversos desafios que estão imersos através de palavras auto sabotadoras como: “e se …”, “mas …”, “não sei…”, “não consigo” e tantas outras falas emanadas. Automaticamente, todo nosso intelecto (aquele capaz de julgar, analisar, discernir) se volta para a energia da dúvida e começa a chuva de pontos de interrogação desconfortáveis que causam ansiedade e uma imensa dose de paralisia.

    LER MAIS

  • 4 Documentários que mostram a beleza e os mistérios da vida e da natureza

    Não é surpresa pra ninguém que vivemos em zona habitável de nossa estrela mãe (o sol), caso contrário não estaríamos aqui. Não temos o costume de nós importar, mas se parássemos para analisar quantos fatores favoráveis foram necessários para que a vida na Terra pudesse prosperar, iríamos ver que a variação do clima, a composição da atmosfera ou solo, o tamanho e, até mesmo, a inclinação do eixo de rotação do nosso planeta estão num intervalo praticamente perfeito para nossa existência. Ou seja, qualquer alteração significativa nessas condições seriam catastróficas em relação à configuração do meio ambiente terrestre.

    As chances de haver vida, tal como conhecemos, seriam praticamente nulas caso houvesse alguma mudança em quaisquer dos padrões terrestres acima descritos.

    LER MAIS

  • Grupo do Facebook para articulação de ecovilas e grupos de transição

    Inspirados em um alguns comentários de nossos leitores  que estão a procura de pessoas interessadas em unir forças para formar ecovilas e grupos de transição, criamos um grupo de articulação de comunidades no intuito de servir como ponto de partida para:

    Compra de espaços para formação de comunidade
    Partilha de espaços já adquiridos
    Promoção de comunidades já existentes
    Articulação de hortas urbanas e grupos de transição
    Divulgação de cursos e vivências 

    Se interessou? Entre  no grupo e registre o seu interesse. (Os comentários serão moderados e mediados, quando necessário. Tenha em mente que a finalidade deste fórum é puramente sócio-comunitário, comentários  ofensivos serão banidos).

     

    Atualização: Desabilitamos o fórum.

  • Mulheres vivem mais quando em contato com a natureza

    Um estudo recente revelou que mulheres vivem mais tempo quando cercadas pela natureza. Cientistas lançaram a hipótese de que os ambientes naturais ajudam a reduzir o estresse e aumentar a atividade física / social, o que leva a uma melhor saúde. 

    LER MAIS

  • O modelo de vida sustentável das ecovilas

    O conceito de Ecovila consiste basicamente em um modelo de sociedade sustentável, tanto no que diz respeito a manutenção do ambiente, quanto a felicidade e liberdade de seus indivíduos. São comunidades urbanas ou rurais que tem como ponto em comum a integração da sociedade com uma realidade harmônica e natural. Nessas “sociedades alternativas”, práticas como produção local de alimentos, utilização de sistemas de energias renováveis, respeito ao meio ambiente, liberdade religiosa e cultural, economia solidária, cooperativismo e rede de trocas são as características mais marcantes dos microbairros e contribuem para uma vida muito mais feliz, diferente, muitas vezes, do cotidiano de uma metrópole.

    LER MAIS