• Aprenda a fazer vela de cera de abelha na casca do limão

    O perigo das velas convencionais

    Nós adoramos o brilho suave de uma vela, mas de uns tempos para cá notei que todas as vezes em que acendíamos uma vela eu sentia coceira no nariz e dor de cabeça.

    Dei uma pesquisada e me atentei ao fato de que a parafina é derivada do petróleo, que é altamente tóxico, sendo prejudicial a saúde e ao meio ambiente.

    Um estudo feito em 2009 descobriu que a queima de cera de parafina pode liberar compostos químicos potencialmente perigosos, como o tolueno. Essa substância é conhecida por estar presente na cola de sapateiro e é facilmente absorvida pelos pulmões (40 a 60% do total inalado). A exposição em níveis baixos ou moderados pode ocasionar cansaço, confusão mental, debilidade, perda da memória, náusea e perda do apetite.

    Velas perfumadas

    Muitas velas perfumadas são feitas de uma mistura de parafina com outras ceras e podem liberar compostos orgânicos voláteis, como o formaldeído (formol), que é uma substância cancerígena. As fragrâncias sintéticas também contém substâncias tóxicas difíceis de serem identificadas já que muitas marcas se recusam a revelar os ingredientes das suas para manter a exclusividade.

    Velas de Cera de Abelha

     A cera de abelha é uma ótima alternativa para as velas de parafina à base de petróleo.

    Esse tipo de vela totalmente natural libera íons negativos quando queimados. Os íons positivos no ar incluem bactérias, alérgenos, vírus, poeira e pólen. Os opostos se atraem. O que isso significa é que os íons negativos da cera de abelha se juntam às toxinas positivas no ar. As partículas anexadas tornam-se mais pesadas e são puxadas para o chão e para fora do ar, onde você respira. Muitos purificadores de ar e filtros de água aproveitam essa tecnologia eficaz de íons negativos. Leia mais aqui.

    Resumindo, as velas de cera de abelha reduzem e tratam alergias respiratórias, purificaram as vias nasofaringeas, é antibacteriana e etc.

    Como não somos a favor da exploração animal, fizemos essa experiência e logo começamos utilizar outros tipo de ceras vegetais, como a cera de palma, de soja, de coco, carnaúba, etc.

    Leia mais: Introdução e receita de tinta ecológica à base de terra

    Aprenda como fazer Vela com cera de abelha na casca do limão

    Você precisará de:

    • Cera de abelha orgânica (certifique-se de que é 100%, caso contrário, poderá conter cera à base de petróleo também);
    • Limões (ou o recipiente seguro que suporte a cera quente);
    • Lascas de madeira;
    • Jornal para cobrir área de trabalho;
    • Panela esmaltada ou de vidro para banho-maria.

    Se você não usa cera de abelha por algum motivo pessoal, pode usar ceras vegetais, como cera de palma, de soja, de coco, carnaúba, etc.

    cera

    Quebre o bloco de cera de abelha em pedaços e coloque em uma tigela de vidro sobre uma panela cheia de água fervente. Derreta em fogo médio no banho-maria.

     

    Enquanto a cera está derretendo, prepare seus limões! Corte a metade e coloque cuidadosamente uma faca ao redor da borda para separar a polpa da casca. Passe a faca no interior como se estivesse descascando uma laranja. O interior deve estar seco e livre de qualquer polpa.

    limãos

    Quando a cera de abelha estiver completamente derretida, despeje-a em cada limão. Mantenha o pavio firme enquanto está derramando até que a cera  endureça o suficiente para que o pavio se mantenha em pé sozinho. Repita com cada um dos seus limões.

    Coloque para esfriar e endurecer completamente – idealmente 6-12 horas. Eu acendi o meu na mesma noite, mas as velas vão durar muito mais se tiverem com a cera bem endurecida.

    Essas pequenas belezinhas deixam nossa casa aromatizada e adorável, ao mesmo tempo, purificam o ar.

    A validade da vela é indeterminada, ou seja; não estraga e nem fica rançosa. Porém, se misturada com essências e outros óleos, isso pode mudar.