5 documentários sobre mulheres revolucionárias

Todo o mundo conhece homens revolucionários como Che Guevara, mas a história geralmente tende a polir as contribuições de mulheres revolucionárias que sacrificaram seu tempo e suas vidas na luta contra sistemas e ideologias burguesas. Apesar dos falsos conceitos a respeito, existiriam milhares de mulheres que participaram em revoluções ao longo da História, com muitas delas exercendo papéis cruciais. Elas podem vir de diferentes espectros políticos, algumas armadas com rifles e outras armadas com nada além da caneta, mas todas lutaram muito por algo em que acreditavam.

1. Mercedes Sosa – A voz da América Latina (2013)

mercedes posa

Mercedes Sosa, a voz da América Latina, digo que a vida de Mercedes é uma daquelas que ecoam em nós pela sua força, presença e coragem. Uma mulher que com arte e responsabilidade emprestou sua voz aos que não tinham nenhuma. O documentário dirigido por Rodrigo H. Vila é narrado pelo filho único de Mercedes, Fabián Matus, o que dá ao filme intimidade, sensibilidade e uma linda forma de homenagem.

2. Brave Miss World (2012)

1a

Brave Miss World conta a história de Linor Abargil, Miss Israel em 1998, que foi violentada semanas antes de ser eleita Miss Mundo e, com isso, tornou-se representante mundial de vítimas de estupro. Linor começou a incentivar outras garotas a se manifestarem e a ajudar outras mulheres a lidar com suas próprias histórias. O documentário acompanha Linor em sua luta por justiça e pelos direitos das mulheres. O filme foi produzido por Cecilia Peck, filha do ator Gregory Peck.

3. What Happened, Miss Simone? (2015)

1a

What Happened, Miss Simone?, documentário de Liz Garbus selecionado para os festivais de Sundance e Berlim. Uma das lendas fundamentais da música americana e ativista política severa, Nina Simone tem sua história contada na íntegra no documentário, desde a infância até a morte, em 2003, da maior princesa do soul.

4. Girl Rising (2013)

1a

Girls Rising é um documentário essencial sobre o efeito transformador que a educação tem na sociedade — principalmente, em relação às mulheres. O filme retrata a história de nove meninas de 7 a 16 anos que vivem em comunidades de países pobres e recebem a oportunidade de ir à escola (algo raro em muitos deles). O filme mostra que dar às garotas acesso à educação é uma maneira de quebrar ciclos de pobreza, acabar com longas tradições de injustiças e educar filhos e filhas de maneira igualitária.

5.Em Busca de Iara (2014)

1a

Nascida na elite paulistana, Iara Iavelberg (1943-1971) abandonou o conforto, o casamento e a psicologia, aderindo à luta armada nos anos 1960. Sua morte, em agosto de 1971, foi oficialmente atribuída a um suicídio – e esta é a tese que o documentário Em busca de Iara, de Flavio Frederico, preocupa-se mais veementemente em desmentir. O documentário ilustra um dos muitos desvios radicais de trajetória determinados a partir do golpe de 1964 aqui no Brasil.

Por: Fabiola Peron ( Jardim do Mundo) e Andréa Martinelli ( Brasil Post)

 

A vida é um acontecimento extraordinário para ser passado sem um propósito, aqui queremos inspirar a mudança, a conexão com os ciclos da natureza, o resgate dos saberes ancestrais e manuais. Vamos juntos por esse caminho descobrindo que tudo que precisamos já está em nós mesmos.

www.jardimdomundo.com

2 opiniões sobre “5 documentários sobre mulheres revolucionárias

  • Reply Michele 2 março, 2016 at 20:18

    Onde acho, baixo esses documentários com legenda, por favor????!!!!!!!! São incríveis mas não estou os localizando na internet…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *