Como fazer óleo e pomada de arnica

óleo e pomada de arnica

Tanto a pomada quanto o óleo de arnica são produtos bem conhecidos para tratar lesões musculares, dores articulares, dores causadas por pancadas e alguns tipos de inflamação. Podemos encontrar a pomada em quase todas as farmácias, pois o uso tópico desse produto é bem difundido.

A arnica

A arnica, propriamente dita, é um gênero que abarca várias espécies de plantas perenes, cujas folhas são peludas e as flores amarelas.

A flor de arnica. As espécies do gênero arnica conseguem se adaptar muito facilmente em ambientes com pouca disponibilidade de água e nutrientes. Ela não carrega o status de perene por acaso, é uma planta extremamente guerreira e resiliente, sendo encontrada, muitas vezes, em ambientes pedregosos e até semidesérticos.

|Siga o Jardim do Mundo no Instagram para acompanhar nossas aventuras|

Plantar arnica é bem simples, podemos plantá-la transplantando mudinhas para um canteiro, sem muita competição, de preferência. Um solo mais neutro para alcalino deve dar conta do recado. Se quiser saber como medir o pH do seu solo, clique aqui. 

Os benefícios

Um estudo aponta que o uso tópico da arnica pode, por muitas vezes, ser mais eficaz que ibuprofeno para tratar de artrose, além de possuir menos efeitos colaterais. Também existem outros estudos que apontam no mesmo sentido, afirmando que o uso tópico da arnica pode ser um tratamento para artrose e dores musculares.

Outro estudo, dessa vez da Associação Britânica de Dermatologia aponta que o processo de cura de hematomas é acelerado (cerca de 20% mais rápido) com o uso tópico de arnica. Esse foi um teste randomizado e protegido de placebo, aumentando a credibilidade da descoberta.

Os usos para atletas já são conhecidos. A aplicação nos músculos doloridos depois da corrida pode ajudar a acelerar a recuperação muscular, aliviando as dores. Além disso, o óleo e pomada poderem ser usados, também, nas articulações doloridas .

A colheita

Essa herbácea pode crescer facilmente em um espaço reduzido, então, com somente alguns metros, podemos fazer várias colheitas bem fartas de arnica. Geralmente, as flores são as partes mais utilizadas para fazer a pomada ou o óleo.

Um erro comum é fazer a colheita com as mãos, e, logo depois, levar as mãos até a boca, o gosto da arnica é extremamente forte. Então, lembre-se de lavar as mãos depois da colheita.

A vida das flores de arnica é bem curtinha, assim que ela desabrocha, ela se prepara para soltar suas sementes e se degrada logo depois.

Se for retirar as flores para estocar, seque-as rapidamente, antes que elas fiquem fofinhas e percam a qualidade. 

Existem aparelhos de desidratação de frutas que servem para secar folhas e flores também, se você morar em um lugar mais úmido, mais difícil de secar suas ervas, considere construir ou comprar um desses aparelhos. É uma mão na roda.

Outra opção é comprar a arnica seca. Se quiser aprender o passo a passo de como colher e secar ervas, nós ensinamos aqui.

 

Escolhendo o óleo vegetal

Agora, para preparar nosso óleo de arnica, devemos escolher qual será o óleo vegetal que vamos utilizar. Devemos pensar em um óleo que seja adequado para uso tópico, um óleo que não nos dê alergia. Vale pesquisar sobre os efeitos dos óleos quando aplicados na pele. Porém, temos algumas dicas de óleos vegetais que podem ser utilizados:

  • Azeite de oliva;
  • Óleo de amêndoa doce;
  • Óleo de jojoba;
  • Óleo de girassol.

Infusão do óleo de arnica

oleo e pomada de arnica

É preferível que se use a flor já seca, pois, se as flores estiverem frescas, cheias de umidade, vamos precisar retirar essa umidade para que o óleo tenha uma melhor qualidade.

Para isso, teríamos que adicionar as flores no óleo escolhido e deixar essa mistura em banho-maria, assim, a água sairia da mistura como vapor.

Com as flores secas, o caminho é mais simples, é só colocar, em um frasco de vidro esterilizado aproximadamente 10g de flores de arnica para 100ml de óleo. Não é uma medida exata, está mais para uma dica. Se sentirmos que é melhor fazer um óleo mais concentrado, não faz mal colocar mais arnica. Devemos seguir nossa intuição.

Nossa infusão vai precisar de 2 semanas para ficar pronta na luz do sol, e para que esse processo não demore mais, devemos colocá-la em um lugar que pegue longos períodos de luz solar (como próximo de uma janela). Nós deixamos perto de uma janela que pega luz quase o dia inteiro.

Importante: O frasco deve ser envolto por um pano escuro para proteger da luz solar direta. Queremos que o sol aqueça a infusão e ajude a erva a liberar suas propriedades, a luz solar direta fará com que o nosso óleo oxide rapidamente.

É necessário sacudir a infusão de tempo em tempo, recomendamos que isso seja feito pelo menos 4 vezes por semana. Após 2 semanas a infusão deve ser peneirada e armazenada em um frasco com tampa esterilizado.

Como usar o óleo de arnica

O óleo de arnica pode ser aplicado de 2 a 4 vezes por dia, massageando bem a área dolorida ou distendida, para que o óleo faça efeito. Antes de aplicar o óleo faça uma testagem na sua pele. Passe um pouco do óleo na pele e verifique se ela apresenta alguma reação alérgica.

Se apresentar suspenda o uso. Não exponha a parte do corpo em que aplicou o óleo ao sol.

Pomada de arnica

óleo pomada arnica receita

Com o óleo em mãos, podemos fazer a pomada. O processo é bem simples:

  • Vamos precisar de uma cera. Pode ser cera de abelha, cera de carnaúba, alguma cera que dará essa consistência de pomada;
  • Adicione 1 medida de cera para 8 medidas do óleo de arnica em uma panela;
  • Em banho-maria, deixe a cera derreter e se misturar com o óleo;
  • Feito isso, reserve a mistura em potinhos e está pronto.

A aplicação é feita da mesma maneira que o óleo.  

Bem armazenados podem durar até 1 ano. 

Contraindicações do óleo de arnica e as precauções que deve ter em conta antes de empregá-lo são as seguintes

  • Não deve ser aplicado sobre feridas abertas.
  • Não deve entrar em contato direto com os olhos.
  • Não é recomendável utilizar durante a gravidez ou o período de amamentação.
  • Para evitar que cause uma reação alérgica, é importante começar a usar em pequenas quantidades sobre a pele e observar como atua.
  • Nunca deve ser ingerido.