Humano, demasiado microbiano

A boa saúde do organismo humano, depende da boa saúde de células humanas e não humanas, presentes no nosso corpo. O quê?

Sim! Os micro-organismos, bactérias e fungos que estão presente, digo extremamente presente no nosso corpo. Para cada célula humana que compõe o ser humano existem 9 células não humanas pegando carona e que formam, essencialmente, a base da manutenção da nossa saúde. Apenas no nosso intestino há cerca de 100 trilhões de células não humanas, formando a microbiota intestinal.
Até poucas décadas atrás, estes bichinhos eram mal vistos e banidos do nosso organismo. Mas estudos científicos recentes comprovam o que as milenares medicinas indiana, tibetana e chinesa já preconizavam como prevenção e tratamento de doenças.

Considere a saúde do intestino como chave da saúde do corpo e mente. Quando falamos em boa saúde intestinal, falamos, principalmente, sobre a escolha dos alimentos e capacidade digestiva do indivíduo. Assim, a transformação do alimento em nutrientes para o organismo, auxiliado por bactérias e fungos, nos conferem plena saúde.

A associação entre a má saúde intestinal e o desenvolvimento de diversas doenças, tais como alergias, artrite, doenças autoimunes, erupções cutâneas, acne, fadiga crônica, obesidade, transtornos do humor, demência, câncer entre outras, está sendo estudada mais profundamente e de forma consistente sendo divulgadas.

Já se fala em resgate de hábitos alimentares antigos para favorecer nossa microbiota intestinal. A dieta composta por comida de verdade* variada e por alimentos probióticos (tais como: picles, chucrute, iogurte, kombucha, kefir, missô, vinagre, etc) fazem esses bichinhos do bem viverem e cooperarem com nossa saúde. A adequada nutrição que promove energia e vitalidade do ser humano, permite também que os tecidos corporais sejam regenerados dia após dia, concedendo a longa vida.

Kombucha – Aprenda como preparar esse milenar probiótico

demasiado microbiano

Agora que sabemos como alimentar e nutrir nossos bichos do bem, aquelas curiosas cozinhas e despensas de nossas sábias avós, que mais pareciam laboratórios de experiências cheios de potes de conservas e fermentados, fazem todo o sentido, não é?

Você costuma consumir algum fermentado ou conserva de alimentos naturais?

Fica o convite para nos acompanhar para saber mais sobre alimentos probióticos e saúde através da comida de verdade.

*comida de verdade: alimentos provenientes da natureza, livre de corantes, aromatizantes e conservadores artificiais, minimamente ou não manipulados pela indústria.

Hambúrguer de batata-doce e quinoa com maionese de castanha de caju

Para estudar mais:

“O Segundo Cérebro” Doutor Michael D. Gershon

“Bichos que dão em gente” Sonia Hirsch

“Amigos da mente” Doutor David Perlmutter

“10% humano” Alanna Collen

“Episódio 4: Terra – seriado Cooked” de Michael Pollan

Para praticar receitas de probióticos:

“O livro das conservas” Lynda Brown

“Pães” Emmanuel Hadjiandreou

“A arte da fermentação” Sandro Ellix Katz

A vida é um acontecimento extraordinário para ser passado sem um propósito, aqui queremos inspirar a mudança, a conexão com os ciclos da natureza, o resgate dos saberes ancestrais e manuais. Vamos juntos por esse caminho descobrindo que tudo que precisamos já está em nós mesmos.

jardimdomundo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *