Please assign a menu to the primary menu location under menu

LeituraSaúde

Pessoas que leem livros podem viver mais

floresta leitura

Para os fanáticos por livros, temos boas notícias: um estudo revelou que aqueles que leem pelo menos 30 minutos por dia têm maior probabilidade de ter uma vida mais longa. Esse resultado foi observado em um estudo realizado com 3.635 pessoas com 50 anos ou mais. Aqueles que passaram um tempo lendo livros sobreviveram em média quase dois anos a mais do que aqueles que não o fizeram. Em outras palavras, os leitores têm uma “vantagem de sobrevivência de 23 meses”, escrevem os pesquisadores.

As descobertas, relatadas por uma equipe da Escola de Saúde Pública da Universidade de Yale, mostraram que quanto mais as pessoas leem, maior a probabilidade de viverem mais, e apenas 3,5 horas por semana são suficientes para fazer a diferença.

O estudo apenas mostra uma associação entre leitura e vida longa, mas não mostra uma causa e efeito, portanto, não podemos dizer muito sobre esse resultado específico. Mas ele menciona pesquisa existente que apoia a ideia de que a leitura realmente pode ajudar a manter a mente ativa e saudável.

Os pesquisadores de Harvard sugerem que o processo lento e imersivo de se aprofundar em um livro cria um efeito de “engajamento cognitivo” ─ algo que é apoiado por pesquisas anteriores da Universidade Emory, em Atlanta, que descobriram que a leitura de um romance estimulou e fortaleceu regiões no cérebro de processamento da linguagem.

Em outras palavras, é possível que a leitura exercite o cérebro da mesma maneira que uma sessão de ginástica exercita o corpo.

livros

Leia mais: 10 Livros para te inspirar a mudar de vida

Os pesquisadores também sugerem que a leitura de ficção pode aumentar os sentimentos de empatia, fortalecendo nossas conexões com as pessoas e o mundo ao nosso redor e contribuindo para uma vida mais engajada, mais feliz e, portanto, mais longa.

Curiosamente, o estudo descobriu que a leitura de livros tinha muito mais probabilidade de aumentar a vida útil de uma pessoa do que a leitura de jornais ou revistas.

“Esse efeito é provável porque os livros envolvem mais a mente do leitor ─ fornecendo mais benefícios cognitivos e, portanto, aumentando a vida útil”, disse um dos pesquisadores, Avni Bavishi, no The Guardian.

As pessoas amostradas para o estudo foram divididas em três grupos: aqueles que não leram nada, aqueles que leram por até 3,5 horas por semana e aqueles que leram mais de 3,5 horas por semana.

Considerando fatores como sexo, raça, riqueza e educação, idade maior de 12 anos, os do grupo “3,5 horas mais” tiveram 23% menos probabilidade de morrer durante esse período. Aqueles no grupo de “até 3,5 horas” tinham 17% menos probabilidade de morrer do que aqueles que não liam.

Os pesquisadores irão analisar se existem diferenças visíveis entre ler ficção ou não, e se o uso de e-books e audiolivros é tão benéfico quanto a leitura de romances tradicionais em papel.

As descobertas aumentam as evidências existentes que sugerem como a leitura pode ser boa para você. Um estudo de 2003 descobriu que a leitura regular mantém o cérebro ativo e pode ajudar a manter a demência afastada, enquanto pesquisas de 2009 mostraram que a leitura também reduz os níveis de estresse.

Embora sejam necessárias mais pesquisas antes de concluirmos que é o nosso amor pelos livros que realmente promove uma vida mais longa, definitivamente não há mal nenhum em começar a ler o romance que você ainda não iniciou.

Os resultados desse estudo foram publicados na Social Science & Medicine.

Texto traduzido e adaptado de: People Who Read Books Live Almost 2 Years Longer, Study Finds

Natalie Andreoli
escrito por:Natalie Andreoli
Sou paulistana e desde 2009 decidi me mudar para a ilha da Magia (Florianópolis, SC), pois sentia falta do contato com a natureza. Sou neta de italianos e aprendi desde pequena a gostar de mexer na terra e cuidar das plantas, quando ajudava meu pai com a hortinha dele. Sou bióloga MSc., educadora ambiental e aromaterapeuta. Adoro aprender e compartilhar assuntos que proporcionem uma vida em melhor harmonia consigo mesmo, com os outros seres e com o planeta.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: