Aprenda a fazer Manteiga de Cannabis Medicinal

manteiga canábica

No Uruguai, onde moramos uma parte do ano, a cannabis é legalizada. Ganhamos sementes de alguns amigos, plantamos, colhemos, secamos e a partir disso, tivemos oportunidade de fazer vários testes.

Fizemos manteiga canábica medicinal, comestíveis, óleo, tintura, lubrificante, pomada, entre outros. Fui compartilhando as experiências nos stories do Instagram o que gerou muitos pedidos de receitas. Vamos começar a série de posts sobre cannabis falando da manteiga.

Para leigos: Nos últimos anos, a medicina aprofundou os estudos de medicamentos à base de canabinóides em sua composição, e identificou substâncias capazes de trazerem para os pacientes uma qualidade de vida que nunca foi presenciado no mundo da Medicina por medicamentos convencionais. A  própria Anvisa, recentemente reconheceu a cannabis como planta medicinal. Já falamos dos benefícios do CDB aqui.

Não recomendamos a produção com erva de procedência duvidosa ou com produto prensado. Nós temos acesso a erva orgânica, cultivada por nós mesmos de maneira legal.

Para fazer os comestíveis a partir da base, que aqui é a manteiga usamos uma erva com alto teor de CDB.

Os benefícios do Canabidiol (CDB)

O canabidiol proporciona diversos benefícios para a saúde. Além disso, ele pode ser utilizado no tratamento de várias doenças.

  • reduz a ansiedade;
  • alivia dor, inflamação e náusea;
  • tem efeito antipsicótico;
  • auxilia a saúde cardiovascular;
  • tem ação anticonvulsivante;
  • estimula o apetite;
  • proporciona relaxamento muscular.

Manteiga Cannabis Medicinal

A manteiga de cannabis é a base da culinária canábica podendo ser utilizada para cozinhar diferentes pratos.

A principal vantagem dos comestíveis é  consumir cannabis sem fumaça e combustão. Embora a cannabis seja uma planta com inigualável poder medicinal, o ato de fumar é algo extremamente danoso. O monóxido de carbono e a alta temperatura da fumaça provoca diversos danos à saúde. Os comestíveis, tiram de cena esse fator de risco.

Qual a diferença entre comer e fumar?

Fumar

A onda demora alguns segundos ou até minutos para começar. O efeito pode durar até 6 horas dependendo da quantidade inalada e alguns efeitos podem ser sentidos no corpo até 24 horas após o consumo.

Prós: O efeito vem rápido e é mais fácil de dosar a quantidade consumida.

Contras: A fumaça é prejudicial à saúde dos pulmões. Seja pela queima de madeira, tabaco ou maconha, toxinas e substâncias cancerígenas são liberadas durante a combustão de materiais. Apesar de menos nociva que a fumaça do cigarro, a fumaça da maconha ainda sim danifica os pulmões e deve ser evitada quando pensamos em redução de danos.

|Leia mais: 5 documentários para desestigmatizar a cannabis|

Comer

Os efeitos podem começar entre meia hora e 2 horas depois de ingerir, o pico da onda se dá em média 4 horas pós ingestão, podendo durar mais de 8 horas. Alguns efeitos ainda podem ser sentidos no corpo dias após a ingestão, dependendo da quantidade.

Prós: Reduz os danos causados pela prática de fumar. Depois de já preparado, seu consumo é discreto.

Contras:Demora a fazer efeito o que pode levar um desavisado a comer mais de um pedaço e ter uma experiência muito forte. O que não é recomendado, devemos começar comendo um pequeno pedaço e ir fazendo testes.

Descarboxilação 

Calor e tempo são os fatores mais importantes na descarboxilação. O que se sabe é que o THCA começa a ser descarboxilado quando exposto a uma temperatura de aproximadamente 105 ºC durante 40 minutos. Sabemos também que alguns canabinoides começam a ser perdidos em temperaturas acima de 150 ºC, então devemos sempre ficar atentos à temperatura máxima durante o processo de descarboxilação.

| Leia mais: Conheça a Meca Hippie da América do Sul – Nós moramos aqui.|

O primeiro passo essencial (e muitas vezes esquecido): descarboxilar a cannabis

Antes de produzir sua manteiga canábica, você precisará descarboxilar a flor de cannabis com a qual você está trabalhando. Ignorar esta etapa resultará em um produto fraco ou inativo. Eis o porquê: As flores da cannabis produzem um canabinóide ácido não intoxicante chamado THCA . Quando fumamos ou vaporizamos maconha, o calor converte THCA em THC, a molécula que produz efeitos eufóricos. Se estiver preparando comestíveis de CBD, esse mesmo processo deve ser aplicado.

 Como descarboxilar

descarboxilizar cannabis

  • Pré-aqueça o forno a 110-120ºC. Coloque as flores de maconha grosseiramente partidas em uma bandeja com papel manteiga.
  • Coloque a bandeja no forno e ajuste o cronômetro de 30 a 40 minutos. Cannabis mais velhas e secas podem exigir menos tempo.
  • Dica: você também pode definir o forno a 150 ° C e aquecer por 10 a 18 minutos, embora baixa e lenta seja a abordagem recomendada ao descarboxilar, para preservar melhor os canabinóides.
  •  A cada 10 minutos, misture delicadamente os botões com um leve agitar da bandeja para expor igualmente a área da superfície.
  • Depois de pronto moa a cannabis descarboxilada grosseiramente.

|Leia mais: Técnica utiliza canhamo e cal para criar casas sustentáveis lindíssimas|

Receita básica de manteiga canábica

Ingredientes

  • 10 gramas de flor descarboxilada e moída com alto teor de CBD
  • 120 gramas de manteiga
  • 1/4 de xícara de água

manteiga canábica

  • Derreta a manteiga. Adicione a água e a manteiga em uma panela. Cozinhe em fogo baixo deixando a manteiga derreter. A adição de água ajuda a regular a temperatura e evita a queima da manteiga. Também pode ser feita em banho maria.
  • Adicione a cannabis Quando a manteiga começar a derreter, adicione a erva descarboxilada moída grosseiramente.

manteiga canábica

  • Ferver. Mantenha o fogo extremamente baixo e deixe a mistura ferver de 1 a 2 horas, mexendo frequentemente. A mistura nunca deve ferver completamente. Vá adicionando um pouquinho de água caso seja necessário.
  • Estará pronto quando quando a parte superior da mistura muda de realmente aguada para brilhante e espessa.
  • Coe a manteiga. Forre uma peneira com uma gaze ou voal e despeje a mistura. Deixe coar livremente. (Dica: apertar a gaze pode empurrar mais material vegetal deixando o gosto ruim).

manteiga de cannabis

  • Leve à geladeira Se houver excesso de água no fundo do frasco, remova a manteiga sólida com uma faca e escorra a água. (A manteiga precisará refrigerar por cerca de uma hora antes de remover a água.)

manteiga canábica

  • Dose com cuidado. Consulte as informações de dosagem abaixo antes de adicionar sua manteiga a lanches, pratos ou sobremesas.

Dicas para dosar sua manteiga

manteiga canábica

A potência da sua manteiga depende de muitos fatores, desde quanto tempo foi aquecido e cozido até a potência do seu material de partida. Para testar a potência do seu produto acabado, tente espalhar ¼ ou ½ colher de chá em um lanche e veja como essa dose afeta você após uma hora. Diminua ou aumente a dose conforme desejado. Você pode usar essa dose “padrão” personalizada como linha de base para suas receitas.

Nota : A cannabis é uma planta medicinal controlada, procure um médico. Os comestíveis caseiros são muito difíceis de dosar com precisão . Este guia fornece algumas dicas para uma dosagem mais precisa, mas todos os cozinheiros DIY devem estar cientes de que não há como garantir a potência ou a homogeneidade.

 

A vida é um acontecimento extraordinário para ser passado sem um propósito, aqui queremos inspirar a mudança, a conexão com os ciclos da natureza, o resgate dos saberes ancestrais e manuais. Vamos juntos por esse caminho descobrindo que tudo que precisamos já está em nós mesmos.

jardimdomundo.com

Uma opinião sobre “Aprenda a fazer Manteiga de Cannabis Medicinal

  • Reply Binho 23 July, 2020 at 16:49

    Eu já fiz óleo de cannabis para uma ex namorada que não queria fumar e poder experimentar mas o efeito não foi igual ao fumo. Ela ficou mais lesada e sonolenta e nenhuma euforia. Infelizmente o efeito melhor é fumando mesmo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *